Pela primeira vez Doença de Alzheimer é revertida em paciente

A doença de Alzheimer foi revertida pela primeira vez no Canadá e com sucesso. Uma equipe de investigadores canadenses, da Universidade de Toronto, liderada por Andres Lozano, usou uma técnica de estimulação cerebral profunda, diretamente no cérebro de seis pacientes, conseguindo travar a doença. O estudo vem publicado na «Annals of Neurology».

Em dois destes pacientes, a deterioração da área do cérebro associada à memória não só parou de encolher como voltou a crescer. Nos outros quatro, o processo de deterioração parou por completo.

Nos portadores de Alzheimer, a região do hipocampo é uma das primeiras a encolher. O centro de memória funciona nessa área cerebral, convertendo as memórias de curto prazo em memórias de longo prazo. Sendo assim, a degradação do hipocampo revela alguns dos primeiros sintomas da doença, como a perda de memória e a desorientação.

Imagens cerebrais revelam que o lobo temporal, onde está o hipocampo e o cingulado posterior, usam menos glicose do que o normal, sugerindo que estão desligadas e ambas têm um papel importante na memória.

Para tentar reverter esse quadro degenerativo, Lozano e sua equipa recorreram à estimulação cerebral – enviar impulsos elétricos para o cérebro através de eléctrodos implantados.

O grupo instalou os dispositivos perto do fórnix – um aglomerado de neurónios que enviam sinais para o hipocampo – dos pacientes diagnosticados com Alzheimer há pelo menos um ano. Os investigadores aplicaram pequenos impulsos eléctricos 130 vezes por segundo.

Testes realizados um ano depois mostram que a redução da glicose foi revertida nas seis pessoas. Esta descoberta pode levar a novos caminhos para tratamentos de Alzheimer, uma vez que é a primeira vez que foi revertida.

Os cientistas admitem, no entanto, que a técnica ainda não é conclusiva e que necessita de mais investigação. A equipa vai agora iniciar um novo teste que envolvem 50 pessoas.

Fonte: Ciência Hoje 

Anúncios

15 Respostas

  1. Minha mae esta com Alzaimer, li a matéria e percebi que não ha cura. Porem acredito muito na medicina e sei que tao logo sera descoberta a cura para esta doenca ingrata. Gostei da publicação e gostaria de esta recebendo em meu email qualquer descoberta para a cura da doença. Muito obrigado e que deus ilumine seus caminhos para que tao logo vcs estejam aplicando seus conhecimentos fim evitar o sofrimento de muitas pessoas.

  2. Gostaria de receber informações sobre novos métodos de cura do alzheimer.

  3. Minha mãe tem alzheimer e está segundo o geriatra na ultima fase da doença.Ela já a um mês não quer mais abrir os olhos,quaaaaando abre fica com um olhar perdido como um bebezinho,não fala mais parece não ouvir ??? não sei,alimenta via sonda nasogastrica e eu gostaria muito de saber se este quadro é coma ou como é chamado este quadro. será que ela sente dôr?será que entende quando conversamos com ela?
    Alguem pode me ajudar respondendo?

  4. A medicina vem me desiludindo cada vez mais,tenho encontrado um bando de neurologistas mais que incapaz nos hospitais, o meu pai sofreu um acidente, após socorro e atendimento ele voltou para casa com um higroma, debilitado porém forte, falando e andando, foi receitado um medicamento de nome Depakem 1000mg, e ele sendo paciente diabético e dependente de Diazepan, o caso foi piorando de maneira acelerada, ou seja agravou o caso, ao invés de operarem o paciente o mandaram para casa, um total descaso pela vida do ser humano, e mesmo sabendo que saúde é um direito de todos não cuidaram da maneira correta, hoje o meu pai vive sem memória, sem movimento algum,olhar perdido, em outras palavras o deixaram ficar em total demência. se algum desses bons médicos se interessarem pelo caso do meu pai eu me encontro á disposição.

  5. Meu esposo foi diagnosticado com esta doença,as vezes acho que não é ,mas não sou médica e vou levando.Tem filhos ,mas não o visitam acham que a doença pega,penso eu.É muito difícil ver uma pessoa que dedicou a vida ao trabalho ,ser destruida viva,porque é isto que acontece,aos poucos bem devagar,perdem autonomia de vida .Ele usa o adesivo Excelon15 da novartis,eu faço o que consigo para mantê-lo,lúcido,porém não é muito,pois ele nunca gostou de fazer nenhuma atividade mental,faz alguns exercícios físicos,mas bem poucos e por pouco tempo.

  6. Agradeço pelas informações que recebi nesta edição , espero de todo coração que a solução deste mal seja conhecida o quanto antes e aplicada para salvar a vida de todos os doentes e de seus entes familiares, pois como minha mãe esta´com este mal por volta de uns 6 anos, sei o quanto nos é difícel assistir esta demência sem saber o que fazer para alivia-la. . No que for possível eu gostaria de servir como colaboradora da forma que eu puder

  7. Gostaria de receber informações sobre os avanços no tratamento da doença.

  8. Minha mae tem 92 anos sempre teve a cabeca muito boa , mas depois que ela teve herpes zoster de agosto/2015 p ca e tomou o remedio lirica 75 mg e um tempo curto gabapentina , esta com a cabeca bem comprometida , mas agora alem da memoria falhar muito , dificuldade de movimento , nao quer alimentar , tem dias que esta agressiva e nao sei o que fazer

  9. minha mãe tem 69 anos,e tem Alzheimer ,não é facíl le dar com essa doença ,e alé dessa ela tem diabets, e perdeu a visão ,mas tenho esperança de que descubra a cura,fique c esperança pelo artigo dos médicos do Canadá ,com fé em Deus que a cura vai ser descoberta logo

  10. Eu to desesperada, minha mãe no começo do ano começou ter esquecimento, levamos ela, fez vários exames não deu nada. Mais de alguns meses pra ca. Ela esquece onde guarda as coisas, principalmente dinheiro, e fala que eu peguei. No começo tive que tomar até tomar calmante, mas agora ta impossível. Eu já não aguento mais, minha vida é só chorar.

  11. Estou pedindo a Deus que esses médicos achem logo a cura para esta e outras doenças.

  12. Meu pai meu herói está com esse mal que também me deixa mais do que mal por favor me ajudem.

  13. Neuza meu pai tbm fazia isto, bem que eu queria que ele estivesse desse jeito ainda aviso de amigo, aguente e dê um jeitinho de sempre ficar calma e dizer o quanto ama hoje minha vida e pedir a DEUS a melhora dele.

  14. Meu pai tem 86 anos completo ele a dois anos apresentou a doença, continua muito educado alimentação diminuiu um pouco, se apegou muito comigo pois sempre fomos muito amigo e aparentemente me vê como uma base, sempre amou pescar e ir pra roça e fazemos isso quase toda semana, dorme bem e conversa normal, porém logo em seguida pergunta as mesmas coisas ou repete as mesmas, perde muito tempo tentando fazer coisas normais, rogo a Deus que os ilumine nessa nova conquista tão necessária para todos nós. Gostaria de ser informado das novas descobertas através do meu imail

  15. Tenho uma amiga de 88 anos com diagnostico de Alzheimer, estava ate bem agora apareceu com uma falta de força na perna esquerda, queria saber se tem alguma coisa que podemos fazer para ajudar a recuperar essa força. Ou pela a idade não adianta fazer um acompanhamento com um fisioterapeuta. Me ajude por favor. Tenho medo que nessa idade os exercicio sejam dolorosos e sem muito resultados.Gostaria de saber se tem algum tipo de exercicio que poderia estar fazendo para ajudar. Obrigado desde ja.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: